TEATRO EXPRESSIONISTA em RIO das OSTRAS


ABIA participa de Seminário Municipal de HIV/AIDS em Rio das Ostras

Na última quarta feira (07/12), a Associação Brasileira Interdisciplinar de AIDS (ABIA) esteve presente como convidado no 1º Seminário Municipal de HIV/AIDS de Rio das Ostras, na região litorânea, do Rio de Janeiro. Coordenador de projetos da instituição Vagner de Almeida foi o responsável por abrir as atividades do evento com uma esquete expressionista, encenada pelos jovens e adultos integrantes da Oficina de Teatro Expressionista (OTE), realizada semanalmente na sede da ABIA.

“Nós estamos aqui para apresentarmos algumas situações e contextos aos quais estigmas, preconceitos e discriminações se perfazem entre nós. Esse trabalho ele tem como objetivo trazer o que tem de dentro para fora, de maneira nua e crua”, disse Almeida. Preparando-se com afinco desde o dia anterior, com diversos ensaios, cenas, adereços e figurinos, os alunos ensaiaram no auditório do Centro Universitário de Rio das Ostras (CURO/UFF) para um público de, aproximadamente, 40 pessoas, a esquete “Eu e Minhas Antíteses”. Com um coro afinado e firme, diversas expressões, palavras e outros termos pejorativos foram desferidos contra o público, trazendo uma reflexão acerca da pergunta: “que tipo de preconceito você trouxe hoje?”

Essa indagação foi de encontro à temática do evento sobre “VIVER COM HIV: participação popular no enfrentamento ao preconceito e no direito à Saúde”. Voltado para a população em geral, profissionais da rede municipal de Saúde, usuários, docentes e discentes da CURO/UFF, o impacto da cena expressionista permitiu a conscientização da tomada de responsabilidade que cada agente social tem para o enfrentamento da epidemia. “É importante termos em mente que todos nós somos soropositivos sociais, independentes de qualquer sorologia. Temos que assumir nossa participação cidadã com foco na solidariedade para que o estigma e o preconceito não continuem atrelados às pessoas vivendo e convivendo com HIV”, advertiu o coordenador.

Além disso, Almeida enfatizou a atuação da ABIA como organização não governamental (ONG) quanto aos princípios, direitos e justiça das pessoas soropositivas, tratamento, prevenção, direitos sexuais, reprodutivos, acesso a medicamentos entre outras frentes de atuação. Ao fim da apresentação, a professora do curso de Enfermagem, Sandra Chaves, saudou a todos pelo trabalho realizado e solicitou o retorno de Vagner de Almeida e a trupe da Oficina de Teatro Expressionista para o mês de maio de 2017, durante as atividades da semana de Enfermagem na instituição federal.

O 1º Seminário Municipal de HIV/AIDS de Rio das Ostras, na CURO/UFF, foi realizado pela Secretaria de Saúde da Prefeitura de Rio das Ostras em parceria com a Pastoral da AIDS e a campanha de testagem Fique Sabendo.

 

 

 

%d blogueiros gostam disto: