Aumento da infecção pelo HIV entre jovens gays é motivo de capacitação em respostas comunitárias à epidemia


Conteúdos de manual inovador específico serão repassados por especialista internacional em Curitiba

 A edição de 2016 do Boletim Epidemiológico do Ministério da Saúde sobre AIDS e HIV apresenta os casos de infecção pelo HIV registrados no Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan) de 2007 a 2015 em indivíduos maiores de 13 anos de idade, segundo a categoria de exposição, no Brasil. Entre os homens, em 2015, verifica-se que 59,4% dos casos dizem respeito a gays e HSH (50,4% exposição homossexual e 9,0% bissexual), enquanto 36,8% são de exposição heterossexual. Entre 2007 e 2016, segundo o Boletim, o número de casos anuais de HIV entre homens homossexuais e bissexuais aumentou de 1315 (em 2007) para 4666 (em 2016). O aumento estaria ocorrendo sobretudo nos jovens nesta população com 15 a 24 anos de idade.

É a partir desse contexto tão alarmante e preocupante no cenário nacional que será realizado nos dias 25 e 26 de setembro, em Curitiba, a Oficina Nacional e Lançamento do Manual Internacional “Implementando Programas Abrangentes de HIV e IST com Gays e outros Homens que fazem Sexo com Homens”. A Oficina terá a participação de 30 pessoas, selecionadas das diferentes regiões do Brasil, comprometidas em implementar os conhecimentos adquiridos junto às suas comunidades locais. Um dos convidados é Vagner de Almeida, coordenador do Projeto Diversidade Sexual, Saúde e Direitos entre Jovens da Associação Brasileira Interdisciplinar de AIDS (ABIA). Todos receberão um exemplar do manual. A Oficina será facilitada por Dr. Rafael Mazin, consultor independente que virá especialmente de Washington. Dr. Rafael é especialista em prevenção, tratamento e atenção integral ao HIV e as Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST’s), assim como promoção da saúde sexual, com mais de 35 anos de experiência nestes campos, principalmente com a Organização Mundial da Saúde / Organização Pan-Americana da Saúde, envolvendo diferentes populações, grupos e coletivos.

O Manual foi produzido em 2015 pelo Fundo de População das Nações Unidas, Global Fórum on MSM & HIV, Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento, Organização Mundial da Saúde, Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional e o Banco Mundial. Graças à atuação da rede Gay Latino, agora o Manual também está disponível em português, impresso e online através do endereço:

Download the MSMIT in French, Spanish and Portuguese

  . O evento conta com o apoio do Departamento de Vigilância, Prevenção e Controle das IST, do HIV/Aids e das Hepatites Virais do Ministério da Saúde; da Secretaria de Estado da Saúde do Paraná; da Secretaria Municipal da Saúde de Curitiba; bem como de outras organizações não governamentais locais, incluindo o Instituto Brasileiro de Diversidade Sexual.

A Oficina Nacional e Lançamento do Manual Internacional “Implementando Programas Abrangentes de HIV e IST com Gays e outros Homens que fazem Sexo com Homens” servirá como uma pré-abertura do Congresso Nacional de HIV/AIDS e Hepatites Virais (Hepaids) que será realizado de 26 a 29/09, em Curitiba.

%d blogueiros gostam disto: