Mórmons permitirão batismo de filhos de casais LGBT


Foto: Rick Bowmer/AP

A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias informou nesta quinta-feira (4) nos Estados Unidos que permitirá que filhos de casais LGBT sejam batizados.

Em comunicado, a igreja anunciou esta mudança nas políticas internas envolvendo fiéis membros da comunidade LGBT, especificamente a anulação de uma medida de 2015 que impedia que filhos de casais do mesmo sexo fossem batizados e recebessem bênçãos, assim como que também não vai classificar como “apostasia” as uniões de casais homoafetivos.

“Os filhos de pais que se identificam como lésbicas, gays, bissexuais ou transexuais podem ser batizados sem a aprovação da Primeira Presidência se os pais com custódia derem permissão para o batismo”, diz o comunicado, divulgado dois dias antes da conferência anual dos mórmons no estado de Utah, nos Estados Unidos.

O anúncio, feito por Dallin Oaks, da Primeira Presidência, explica que o novo enfoque não representa uma modificação na doutrina a respeito “do casamento ou dos mandamentos de Deus sobre castidade e moralidade”. Isso significa, especificou Oaks, que espera-se que os mórmons LGBT “atuem conforme as doutrinas da Igreja”.

A regra estabelecida em 2015, segundo relatórios, provocou o afastamento de 1.500 membros da comunidade LGBT da congregação.

As mudanças foram promovidas pelo presidente da Igreja, Russell Nelson, que assumiu o cargo há um ano, a fim de “reduzir o ódio e os conflitos tão comuns na atualidade”.

Há algumas semanas, a Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, que é a frequentada pela maioria dos moradores de Utah, deixou de se opor à inclusão da comunidade gay em uma medida legislativa de combate aos crimes de ódio no estado, abrindo o caminho para que a iniciativa se tornasse lei.

Fonte: G1

%d blogueiros gostam disto: